Inova Escola

O caminho se faz caminhando… 

Na última semana dei um passo muito importante na caminhada que venho trilhando como professor em busca de inovação, caminho que percorro por realização pessoal e resultados com meus alunos. Adiantando as reflexões sobre esse passo, penso sobre como o caminho se faz caminhando, alguém já disse isso. Há um ano o Portal Telefônica Vivo publicou um texto sobre o Looking 4 Heroes, um dos meus textos preferidos sobre esse projeto. Foi o primeiro grande veículo a escrever sobre este site e o que ele representa pra mim. A atuação da Fundação Telefônica na educação confere toda uma importância ao meu trabalho ao dedicar um texto sobre o L4H em seu portal.  

Professor aluno…

Depois de ter sido selecionado entre representantes de todas as regiões do país, aterrissei em São Paulo para integrar um time que vai levar inovação para escolas públicas do Brasil. A tarefa é duplamente honrosa e afinada a tudo que tenho buscado através do meu projeto pessoal. Em primeiro lugar, tem um peso todo especial fazer parte de um projeto tão grandioso e com a chancela de instituições do tamanho da Fundação Telefônica e da importância do Instituto Crescer – esse assina o treinamento e o material do projeto. Em segundo lugar, atuar em escolas públicas incentivando a reflexão sobre as possibilidades de inovar é a grande cereja desse bolo, por dois motivos: o primeiro se deve ao fato de eu ter escolhido, por crenças pessoais, centrar na educação pública minha atuação. O segundo, porque o que mais tenho buscado através do Looking 4 Heroes é ter contato com pessoas envolvidas com educação, para encontrar meus Heróis e para levar algum tipo de informação e inspiração.

Para contar histórias é preciso viver histórias…

Um treinamento afinado, um time heterogêneo, mas coeso, e um material poderoso. Não bastasse o projeto ser sobre inovação e focado na educação pública, toda sua preparação demonstrou um olhar muito empático para a realidade do professor. Tenho falado e escrito muito sobre a dificuldade de perceberem a real situação da escola, os medos, os desafios, os sentimentos e possibilidades de quem, de fato, vive a escola de dentro dela. Há uma subestimação das dificuldades enfrentadas pelo professor, há uma “atmosfera” dentro da escola que é difícil de ser entendida por quem não a vivencia, e isso é totalmente compreensível, mas é preciso sensibilidade e empatia para os que falam e procuram agir nessa área, e eu senti essa sensibilidade nos materiais, na abordagem, nas pessoas à frente e nos objetivos do Programa Inova Escola. Inclusive, não seria coerente da minha parte compor uma equipe que não me entende enquanto professor.

Surge aqui mais uma porta aberta para e um professor com a cabeça cheia de planos para praticar com seus alunos esse aprendizado. Essa porta também trará muitas histórias de heróis para o Looking 4 Heroes, eu acredito. Essa mesma porta me levará aos colegas professores que podem se inspirar a dar outros contornos aos seus percursos. Enfim, essa porta é larga e dará acesso a um mundo de experiências. É um privilégio! Por mais incomum que pareça, eu sou um professor muito realizado e ter sido selecionado para o Programa Inova Escola também me faz sentir reconhecido! 

(Fonte das imagens 1 e 2: Portal Telefônica Vivo)

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Deixe seu comentário logo abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *