Por uma cultura de leitores

O modelo de escola educacional coloca a leitura como uma imposição. Contraditoriamente a isso, não há recursos suficientes e adequados ao trabalho de incentivo à leituras nas escolas. As famílias também não possuem uma cultura de leitura e, fatalmente, os alunos não convivem em meios em que a leitura seja praticada. Dito isso, como é que vamos formar leitores!?

O projeto Looking 4 Heroes teve em sua origem uma ação de leitura que abriu meus olhos para a necessidade de criar momentos adequados para trabalhar a leitura. Para quem não sabe, dê uma lida no texto Do Vale do Swat para a Vila Rica e veja como se deu o start em minha carreira de professor sobre a necessidade urgente de desenvolver, mesmo em meio a falta de recursos, uma cultura de leitura entre meus alunos.

Por tudo que ocorreu depois desse start, fica claro pra mim que meus alunos se conectam à leitura se eu criar um ambiente que os envolva. E no nosso caso, esse ambiente vai desde o método de aquisição dos livros até o ambiente em que realizamos a leitura.

Sobre o ambiente físico da leitura, um dos responsáveis por tornar o momento deleitoso, a imagem fala por si. É um canto nos fundos da escola, organizados em círculo e sob as árvores. Somos uma escola com 113 alunos, mesmo assim, não temos salas suficientes, o horário é organizado em uma espécie de revezamento onde pelo menos um professor precisa procurar lugar para suas aulas, o que compromete muito o processo.

Mas quando a ideia a ser trabalhada permite, uma aula debaixo da árvore é um luxo. Em uma aula de leitura, por exemplo, faz toda a diferença ter áreas verdes pra tornar o momento mais prazeroso e atrativo.

Como já disse em posts anteriores, estamos lendo a biografia do neurocirurgião Ben Carson, os meninos estão vidrados na história dele. Durante a leitura vamos trabalhando vocabulário, entonação de voz, aspectos culturais, história etc. Uma coisa interessante é que meus alunos estão fazendo uma correspondência entre a infância do biografado e o seriado Todo Mundo Odeia o Cris. As relações que eles estabelecem são um sinal de que a leitura está em um nível crítico.

 

2 respostas
  1. Idacilene
    Idacilene says:

    Muito interessante este projeto.
    É uma inovação na educação. Parabéns!
    Pena que não deu para realizar a palestra na
    faculdade Fanap, fui uma das alunas que se inscreveram
    e agora vejo que ia ser muito mais interessante do que pensava.

    Responder
    • Cléssio Bastos
      Cléssio Bastos says:

      Idalcilene. Foi uma pena não acontecido a palestra. No site informaram um horário diferente, e eu me organizei pelo horário de lá, que dizia que seria às 20:30. Mas estou entrando em contato com a faculdade pra gente organizar outro momento para que eu possa apresentar o Looking 4 Heroes a vocês.
      Muito obrigado por sua visita aqui no site. Volte sempre e também te convido a curtir nossa página no facebook, por lá as informações do projetochegam mais rápido. Abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Deixe seu comentário logo abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *