A satisfação e o poder de uma aula com recursos

Estamos iniciando o ano letivo com um estudo sobre o gênero textual Diário com a turma FG – é uma turma multisseriada formada por alunos de 6º e 7º anos. Depois de alguns dias lendo exemplos, discutindo características e fazendo atividades sobre o assunto, chegamos a um momento do livro didático que cita e traz alguns trechos do livro O diário de Anne Frank. Por duas aulas procurei criar uma expectativa sobre a sensação de poder ter o tal diário tão famoso nas mãos. Enquanto isso, muitas perguntas, muitas dúvidas!

Quando enfim entreguei a cada um dos alunos um exemplar do livro, foi como entregar doce pra criança. Quase como encontrar água no deserto. O estudo entrou então em patamar mais elevado, já não mais estudávamos algo distante. A imaginação tinha agora um subsídio poderosíssimo.

Tentei captar em uma foto o brilho nos olhos de um aluno que estava bem na minha frente, pra preservá-lo, a foto não mostra seu rosto, mas foi com uma satisfação tão grande que ele me mostrou essa página com fotos.

_ “Professor, esses aqui são eles?!!!!!!”

Meu Deus, como é bom poder oferecer uma aula com recursos a esses meninos! Que privilégio ter a possibilidade de colocar nas mãos de cada aluno um livro e deixá-los viajar nos aspectos técnicos e literários daquela obra. Fazê-los ver e tocar o que muitos professores precisam apelar para imaginação.

Não da também pra não pensar em quem não goza das mesmas possibilidades. Os alunos perdem muito e a aula flui com mais dificuldade quando faltam os recursos. Não da pra falar em educação de qualidade sem recursos e eu me sinto duplamente orgulhoso por ter dado o start que tornou possível levar esse para nossas aulas.

Obs. Esses e alguns outros livros são recursos conquistados pelos próprios alunos através do projeto Alimente Heróis Com Livros.

Leia também sobre meus esforços para incentivar a leitura e torná-la mais agradável com meus alunos em Ressignificando a leitura.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Deixe seu comentário logo abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *